quarta-feira, 30 de maio de 2012

A minha vida dava um filme.

Prólogo:

Há cerca de dois anos atrás, Lizzie e Honey são presenteados por membros da família (não interessa de que parte), com um terreno. Segundo eles, os benfeitores, era uma ajuda para o nosso ainda tenro início de vida, um local para construirmos a casa com que tanto temos sonhado. Lizzie e Honey rejubilam e começam a fazer planos.
Nessa mesma época, Lizzie estava desempregada e é proposto, pelas mesmas generosas criaturas, que até encontrar algo na sua área, Lizzie fosse trabalhar na empresa deles, pois tinham em falta, pessoal administrativo. Lizzie fica feliz pois não é menina para viver dos rendimentos e aceita.
O tempo passa, Lizzie é aliciada com grandes projectos e entrega-se de corpo e alma a uma causa que nunca será a sua (mas isso a infeliz ainda não sabia).
Com o passar do tempo, e digo dois anos, Lizzie não tem qualquer direito como trabalhadora, passa rapidamente de bestial a besta (porque não foi capaz de produzir milhões numa empresa que só tem dívidas), é tratada como lixo e diariamente brindada com episódios menos felizes e prepotentes. Apesar disso aguenta, para não haver crispação, afinal de contas, é família.
Entretanto o terreno continua sem mudar de mãos.
Lizzie anda infeliz, porque não consegue arranjar nada para sair dali e porque sentindo-se segura, o ano passado, volta a estudar. No entanto, os salários começam a ser pagos espaçadamente e a certa altura,  há duas semanas, ouve rumores de que vai ser mandada embora.
Por outro lado Honey começa a stressar porque cada vez que se fala no terreno começa a haver desconforto da parte dos beneméritos.

Cena 1 - O Choque:

Quando confrontados durante o fim de semana, com a situação actual do terreno, as almas generosas recuam cobardemente, dizendo que houve um equívoco na palavra usada, doação, e que afinal fica o dito pelo não dito, pois o terreno, na verdade nunca foi nosso. Resumindo, fomos roubados.
Além disso, ameaças são feitas em torno do trabalho de Lizzie e a coisa acaba no lado mais torto que se possa imaginar.

Cena 2 - A Revolta:

Após muitas lágrimas derramadas, duas noites sem dormir pois a raiva, o ódio e a decepção era mais que muitas, Lizzie toma uma decisão. Tendo o apoio total dos pais e de Honey, Lizzie, ontem, chega ao Inferno e declara alto e bom som que a escravatura acabou e reclama a sua liberdade. Acabou-se o degredo!

Cena 3 - O Alívio:
Estou feliz, aliviada, orgulhosa de ter marcado a minha posição e crente que o amanhã será certamente melhor. Se não for, pelo menos que não seja pior.
Já agora, falta a moral da história, de boas intenções está o Inferno cheio e confiar, nem na própria sombra.

30 comentários:

  1. Boa Lizzie! É preciso ter coragem para fazer o que fizeste, acredita. Mas quanto mais tempo demorasses, pior seria. Estás bem contigo, feliz com a decisão e isso é o que importa. E de boas intenções está o inferno... a abarrotar! ahahah Beijinhos****

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela força. Foi de facto muito difícil, mas mais difícil ainda foi lidar com a decepção e o engano. Depois disso não havia muito a fazer... Beijocas.

      Eliminar
  2. Às vezes é preciso tirar a coragem sei lá de onde e tomar uma decisão. Foi o que fizeste, e muito bem!cabeça erguida e prá frente é o caminho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo e não dava para ser de outra maneira. Quando se perde o respeito nada mais há a fazer. Obrigada e um beijinho.

      Eliminar
  3. Caramba... Que confusão... Há pessoas que gostam muito de se fazerem beneméritas, mas só até à hora da verdade. Boa sorte e beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O que se pretendia na verdade, era que a troco de uma promessa se obtivesse trabalho escravo... Perdido por cem, perdido por mil. Há pessoas que não valem o ar que respiram. Obrigada pelo apoio, um beijinho.

      Eliminar
  4. Ora decisão tomada, toca a andar para a frente que atrás vem gente.
    Tudo de bom.
    Besos

    ResponderEliminar
  5. É assim mesmo Lizzie! É horrível sermos enganadas ainda para mais por pessoas próximas, mas sem dúvida que tomaste a decisão certa!
    "De boas intenções está o inferno cheio"
    Força, querida! Vais ver que esta nova fase te vai trazer coisas muito boas ;) Força

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assim espero. Obrigada pela força. Beijinho.

      Eliminar
  6. Possa que situaçao horrivel.. Eu cá tb tive problems c a familia...
    E cada vez mais estou com uma senhora que me disse, quando soube que sai de casa e me instalei aqui soxinha... Que a familia é muito boa... mas é de visita!!1 e essa é a verdade!! =) força querida boa sorte!!! beijniho*

    ResponderEliminar
  7. Antes de mais gostava de dizer que gostei muito da maneira como descreveste a situação, está engraçado bem mas isto é um aparte :)hoje em dia é preciso saber muito bem em quem confiamos cada vez mais é cada um por si e a família, que supostamente nos devia ajudar, é a primeira a dar uma facada. Mas força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada. Apesar de tudo não é o fim do mundo, e além disso não haveria piiii's suficientes para colocar no texto que realmente me apetecia. Temos que se racionalizar. Tudo há-de correr bem. Obrigada e um beijinho.

      Eliminar
  8. Muita força nessa hora!
    Acredito que sempre que uma porta se fecha, abre-se uma janela ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É a minha esperança, afinal de contas nem tudo pode correr sempre mal aos mesmos. Beijoca.

      Eliminar
  9. Bem, que raio de situação! Há gentinha... mas fizeste muito bem! Força!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. São situações difíceis e que honestamente não desejo a ninguém. Obrigada, beijinho.

      Eliminar
  10. Grande Mulher!!!
    Não se pode contar com ninguém hoje em dia... já não há palavra!!
    Força e és uma lutadora nata! :)))
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada querida, pelas tuas palavras. Foi também uma questão de brio, afinal quem não se sente, não é filho de boa gente. Beijocas.

      Eliminar
  11. acho que não podias ter feito melhor!!! Foi uma óptima decisão e de certezinha que o futuro te reserva coisas muito boas :)


    Beijinho*

    ResponderEliminar
  12. que testemunho de força! agora é seguir em frente e correr atrás de bons projectos! :)
    ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! Sim, agora é partir para outra. **

      Eliminar
  13. Foi preciso muita força para aguentares tudo. Que tudo corra bem, daqui para a frente =)

    ResponderEliminar
  14. Ok está explicado.
    Mas agora as coisas vão encarrilhar.
    Beijo

    ResponderEliminar
  15. Fizeste muitissimo bem!!!
    Apesar de os tempso não serem os melhores... Ninguém tem de viver em escravatura "só" por causa de um emprego! Mais vale desempregada e minimamente feliz, do que empregada mas a sentir-se lixo!

    Agora é arregaçar as mangas e lutar ainda mais!
    Força e boa sorte!! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, e por isto estar tão mau é que me detive mais tempo mas a cena do fds foi a gota d'água. Beijocas.

      Eliminar

Dizei de vossa justiça minha gente :)